Yes, let’s go rafting!

Gosto de aventuras, mas confesso que se dependesse da minha iniciativa, nunca teria feito um rafting nas águas fortes do Rio do Diabo na Rivière-Rouge em Quebec, no Canadá, ou em qualquer outro lugar…

Rafting, uma super aventura!

Rafting, uma super aventura!

É claro que quando você viaja com um grupo de amigos, às vezes acontece de você fazer o que jamais pensou em fazer, principalmente por ter receio. Eu me jogo em tais situações, mas antes de concordar preciso estar seguro do que estou fazendo e estudar cada detalhe. Sim, sou minucioso demais!!

Nos hospedamos em Saint-Donat, um pequeno vilarejo com aprox. 5.000 habitantes. Localizado numa bela região, principal destino para a prática de esportes de inverno, é um lugar com uma Estação de Ski bem estrutura cercada por montanhas e lagos de água cristalina.

Você disse “rafting”!?

Assim aconteceu, numa conversa no chalé à beira do lago, de nossos amigos #homensplurais Antoine Van Doorne e Frederic Labarre. Eu disse que precisava de um Spa e um deles completou: Sim, fazemos o Spa depois do rafting! Diante dos meus olhos arregalados, François percebeu que eu diria não e então apenas me olhou e disse: Vamos! Você vai adorar!

O Naufrágio

O Naufrágio

Questionei, mas diante da unânime pressão cedi e fui! Se me diverti? Sim, me diverti muito, mas também gritei! rsrrs Gritei quando o nosso guia perguntou se queríamos o percurso que o barco poderia virar ou não. No rafting eles oferecem diferentes rotas classificadas por nível de risco. Nós estávamos no nível 3, detalhe que eu só soube quando já estava no bote, o que para mim já significava risco demais! Mas novamente fui voto vencido e como vocês podem conferir na foto, naufraguei!!! rsrsrsrss

Como combinado, depois de nos aventurarmos no rafting, fomos para o Spa recuperar as energias. Escolhemos o Eco Spa Scandinave, por indicação dos amigos #homensplurais locais. Massagens, banhos terapêuticos e um mergulho nas águas do Rio do Diabo, depois de suar muito numa sauna a lenha. Uma delícia! E a sensação de tomar banho num rio o qual a água é vermelha, para mim foi uma cromoterapia! rsrs

Brincadeiras à parte, realmente mergulhar ali nos dá a impressão de que a água é vermelha. Mas na realidade o fundo do rio que é vermelho, e acaba colorindo a água cristalina!

Se eu voltarei ao Spa? Ahh! Certamente!

Outro rafting? Talvez não, mas tudo pode acontecer!!!

Posts relacionados

Poste um novo comentário