Você sabe dançar?

Em tempo de Olimpíadas, tem alguém pensando em exercitar o corpo? Pois então! Você sabe dançar ???

Teve um momento em minha vida que eu só pensava nisso: Dançar! Começou na adolescência – como comentei essa semana quando falei do maravilhoso som “Live Motel” do Fábio Santanna- e continuou….

Fiz aulas de Ballet Contemporâneo com a incrível Neiva Voigt, me arrisquei na lambada, no flamenco e quando conheci a Dança aeróbica com o precursor dessa modalidade, meu amigo #homemplural Murilo Guerra, me encontrei e dançava todos os dias durante horas depois do trabalho. Como eu curti essa fase!

E você? Gosta de dançar? Ou você é daqueles que diz que não sabe dançar por que é tímido e só faz isso em casa sozinho? Tipo: liga o som alto e dança muito, mas quando está numa festa ou numa Boate diz que não sabe dançar? Nessas situações, tem sempre aqueles que insistem em te levar para a pista, o que causa aquele momento chato e até constrangedor… Você sorri amarelo e sem graça, mas não sai do lugar e as pessoas não convencidas continuam te puxando, o que torna o momento desagradável.

Ou será que você não sabe mesmo dançar porque nunca teve coragem de aprender?

Eu talvez não seja a melhor pessoa para dar algum conselho, pois como num só acorde de uma boa música, não importa onde eu esteja, começo a me mexer, acho que todos podem fazer o mesmo. E sei que esse definitivamente não é o caso de muitos homens.

Mas vou me arriscar e te dizer o seguinte, #homemplural que não sabe dançar… Você está perdendo a chance de viver momentos únicos! Qual é o problema de entrar numa pista de dança vazia e começar a dançar? Ainda mais se é isso que você está com vontade de fazer! Vergonha? Do quê? De ser feliz? Ou porque as pessoas estão te olhando? Não entendo! Sem contar que as mulheres adoram homens que dançam!

 Aprendam: não importa como, “Dance bem, dance mal, dance sem parar “!

Posts relacionados

Comentários (01)

  1. Adoro dançar!
    Nunca entrei numa escola, nunca aprendi mas a verdade é que dançar nos conecta com algo sublime, a felicidade!

Poste um novo comentário