Lili e Lolô cresceram!

Há quase dois meses chegaram Lili e Lolô, filhos de Choko e Toutou.

Nasceram sem avisar na madrugada do dia 1 de junho. Eu havia voltado da fazenda com todos a bordo na noite do dia 30 de Abril e notei Toutou pedindo mais colo do que o habitual quando chegamos em casa.  Sim, quando digo todos a bordo quero dizer que Toutou, Titi, Sexy, Choko, Madame, Spot e Jolie vão e voltam conosco no carro sempre. E na fazenda se encontram com Bambina, Moustache, Star, Papoula e Vison… A família é grande!

Nascem Lili e Lolô!

Sentindo que Toutou estava muito dengosa, já prevendo que algo poderia acontecer naquela noite, a deixei dormir em nosso quarto e não a coloquei para dormir no “quarto das crianças” que tem uma porta para nosso closet.

Toutou e as filhas

Toutou e as filhas

Ás 4 da manhã algum barulho me despertou e quando vi, Toutou havia dado a luz no sofá. Sonado, me levantei, chequei se estavam todos bem, peguei umas toalhas para amenizar o estrago, que já era fato, e voltei a dormir. Não poderia fazer mais nada naquela hora da madrugada, o sofá seria lavado no dia seguinte e tudo voltaria ao normal. Vida de quem tem animais é assim, os valores materiais são transformados. Os prejuízos materiais que eles causam constantemente não são nada comparados a esse amor incondicional que eles nos proporcionam.

É claro que não consegui dormir muito, aliás coisa que não consigo fazer desde que eles nasceram. Eles exigem atenção e cuidados, mas vale a pena acompanhar a evolução diária dessas criaturinhas mais do que adoráveis.

Choko, o pai

Choko, o pai

Desde o nascimento estava claro que não ficaríamos com elas, pois 12 já é um número bastante expressivo, mas é impossível não se apaixonar por eles e por algumas vezes pensar em mantê-los conosco, mas a razão fala mais forte e voltamos rapidamente à realidade.

Nessa semana elas irão nos deixar e partirão para seus novos lares. Escrevo esse texto e meus olhos se enchem de lágrimas, porque me afeiçoei a elas como a todos os outros filhotes que tivemos nos últimos seis anos e posso garantir que não foram poucos. Portanto, quando doamos um desses filhotes adorados, queremos ter a certeza de que eles terão o mesmo tratamento que nós damos a cada um deles desde que chegam nesse planeta. Adoro ter notícias e visitá-los quando há uma oportunidade. Eles não nos esquecem e a recepção é sempre amorosa e calorosa. Não tem preço!

Assim acontecerá com Lili e Lolô. Lili será a primeira filha dos queridos Karen e Claudio e Lolô vai mudar a rotina da casa dos nossos queridos Veronica e João Carlos.

Muito amor para Lili e Lolô! Au au!!

Posts relacionados

Comentários (01)

  1. Parabens, vovô. Afinal onde você está morando? Sinto saudades de você e de saber da sua vida. De coração, só desejo que tudo esteja maravilhoso. Beijos de Stella e Lino

Poste um novo comentário