Experiência Olímpica!

Eventos com muita gente e que demandam muitos preparativos geralmente me espantam, mas tenho de concordar que os Jogos Olímpicos me fizeram mudar de atitude. Aqui vai a minha reflexão Olímpica!

Ontem fui à Cidade Olímpica pela primeira vez e a experiência foi positiva do inicio ao fim. Saí de casa a pé em direção à São Conrado, pois a Estrada do Joá estava fechada para a competição de ciclismo. Poderia ter reclamado, mas achei divertido fazer algo totalmente inusitado. Em São Conrado, peguei o Metrô em direção à Barra e de lá peguei o BRT. Tudo funcionando impecavelmente. É claro que depende de disposição, vontade de caminhar, principalmente dento da Cidade Olímpica onde a distância entre os estádios são grandes. Mas nada disso importa quando você está lá dentro e se sente num evento de primeiro mundo.

Todos os voluntários educados, simpáticos e sorridentes, mesmo que haja um desencontro em algumas informações, todos estão com boa vontade de ajudar.

Mesmo nas ruas senti uma vibração diferente, todos estão mais educados, se cumprimentando, convivendo e vivendo a cidade de forma mais completa. Vamos nos policiar para que esta seja uma constante no cotidiano de nossa cidade maravilhosa, esse legado será um dos mais importantes que as Olimpíadas podem deixar. Vamos resgatar a educação de convívio que andava adormecida!

Dica Olímpica!

Barulho da torcida japonesa

Barulho da torcida japonesa era ensurdecedor!

Não é propriamente uma reclamação, mas sim uma constatação quando podemos dizer que a única falha do evento está no setor da alimentação, o que é algo que não posso entender. A perda de tempo em filas esperando para comprar um ticket, para quando você finalmente chegar no caixa ser informado de que os únicos ítens disponíveis são: batatas chips, biscoito Globo e amendoim, isso no meio do dia… Só posso imaginar que certamente seja um grande erro de cálculo. Somando ainda a despreocupação em oferecer opções de alimentação saudável!

Ahhh … uma sugestão, no caso de você estar indo assistir alguns jogos, cuidado com a torcida japonesa! (risos) São muito simpáticos, mas algumas mães das atletas japonesas estavam atrás de mim torcendo por suas filhas na competição de ginástica artística, quase me deixaram surdo de tanto que gritavam.

Vozes estridentes e sem trégua, virou atração na arquibancada, todos viravam os pescoços para ver o que estava acontecendo. Eu me retirei um pouco antes de acabar, bastante motivado pelo barulho. E elas continuaram gritando.. (risos)

Posts relacionados

Comentários (01)

Poste um novo comentário